domingo, 28 de agosto de 2011

Três versões do mesmo feitiço


A canção "I put a spell on you" foi escrita por Screamin´ Jay Hawkins e gravada pela primeira vez em 1956. É uma das minhas canções favoritas de todos os tempos, com pelo duas versões maravilhosas que talvez até mesmo superem a original de Hawkins: a de Nina Simone e a de Diamanda Galás. Na verdade, a primeira vez que a escutei foi na versão de Nina Simone, que é de 1965. Depois conheci a versão assustadora de Diamanda Galás, com aquela potência que lhe é já conhecida. Foi só mais tarde que percebi que a tristeza estranhíssima da canção já estava com seu criador, o fenomenal Screamin´ Jay Hawkins. É uma das canções de amor mais fortes que conheço. É daquela fúria melancólica de quem não está disposto a desistir fácil, algo que eu sempre amei em performers como Nina Simone, Maysa, a Violeta Parra de "Maldigo del alto cielo", Diamanda Galás, PJ Harvey e Cat Power, entre outros. Esta postagem, no fundo, nada mais é que um lembrete, um terno alerta, uma ameaça carinhosa.



"I put a spell on you", Screamin´ Jay Hawkins.


§


"I put a spell on you", Nina Simone.

§



"I put a spell on you", Diamanda Galás.

.
.
.

4 comentários:

gutierrez disse...

Nunca ouvi essa música, mas se não me engano é esse Screaming Jay Hawkings que eles escutam no fim de Stranger Than Paradise, não?

Érico Nogueira disse...

Faltou a versão mais pesada de todas:

http://www.youtube.com/watch?v=xeXqtzusIU0

É rock'n'roll, meu!

Ricardo Domeneck disse...

Érico,
aqui na Alemanha o Youtube bloqueia vários vídeos porque há uma briga entre a agência que recolhe impostos de direitos autorais e o Youtube... não pude abrir o vídeo... o que era?
abraço
R

Ricardo Domeneck disse...

Gutierrez, é isso mesmo, no "Stranger than paradise" rola esta faixa do Screamin Jay Hawkings, e umas outras coisas do John Lurie, acho.

Arquivo do blog